Precisamos Falar Sobre Saúde: Imunidade

Um assunto muito em pauta no início de 2020, em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus, é a imunidade. E esse foi o tema escolhido pela ClinicMais para a série Precisamos Falar Sobre Saúde, em que a nutricionista Luiza Helena Tormen Longo, que atua no Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, abordou com dicas de como manter a imunidade em dia.

Dor de cabeça, cansaço, herpes labial, incômodo na garganta, unha fraca, cabelo quebradiço, bem como gripes recorrentes são sinais de baixa imunidade. Maus hábitos como o fumo, o consumo excessivo de álcool e o estresse influenciam negativamente. Veja o que você pode fazer para recuperar a imunidade.


O que podemos fazer para manter a imunidade?


O primeiro ponto para encontrar o equilíbrio do sistema imunológico é por meio de uma boa alimentação. A frase de Hipócrates, médico grego da antiguidade, explica bem: “que o teu alimento seja o teu remédio e o que o teu remédio seja o teu alimento”. O organismo reage com o que você coloca para dentro e a escolha alimentar vai impactar diretamente no sistema imunológico.


“Se a pessoa não come alimentos naturais, não terá o aporte necessário para estar saudável. O indivíduo precisa consumir, todos os dias, frutas, legumes e verduras. Alimentos que vêm da terra, encontrados no setor hortifruti dos supermercados. Comida de verdade, in natura, e quanto menos alimentos ultraprocessados, melhor”, exemplifica a nutricionista. Segundo ela, os alimentos ultraprocessados, ao longo do tempo, desencadeiam doenças não transmissíveis como colesterol alto, sobrepeso, obesidade e diabetes.


Conforme Luiza, as dietas restritivas são comprometedoras do sistema imunológico, restringem vitaminas e minerais e geram uma consequência negativa, podem contribuir mais com complicações de infecções. “Precisamos nos preocupar com a imunidade neste momento. Dietas restritivas não são indicadas”.


A alimentação deve estar associada a outros hábitos saudáveis


A imunidade não está relacionada apenas à alimentação, mas um conjunto de fatores que, juntos, trazem o tão desejado equilíbrio do sistema imune. Para sintetizar a vitamina D no organismo é recomendada a exposição ao sol por pelo menos 10 minutos por dia. Exercícios físicos também ajudam no gasto metabólico e aliviam o estresse e nervosismo, que fazem as pessoas comer compulsivamente. O indicado são 30 minutos por dia.


A hidratação correta não deve ser esquecida. É aconselhável a ingestão de 2 litros de água por dia ou 30 ml por quilo de peso. “Como nutricionista, chimarrão e chá não contam como consumo diário de água. Tem que ser água pura para contabilizar os 2 litros. Chá e o chimarrão são complementos”, disse Luiza. Para completar, uma boa noite de sono reparador: de 6 a 8 horas por dia.

O sistema imunológico de cada pessoa vai responder de uma forma diferente, pode mudar de um dia para o outro ou levar mais dias para responder. Uma alternativa para melhorar a imunidade é apostar em suplementos alimentares, juntamente com a prescrição e os cuidados de um profissional da saúde, que saberão indicar qual é o nutriente adequado para cada situação.


Suplementação alimentar


Para quem tem uma rotina corrida, sem tempo de se alimentar direito, a recomendação é buscar suprir a falta de nutrientes e minerais com a suplementação alimentar. Diversos produtos, de cápsulas, solúveis e shakes, oferecem vitaminas e minerais de A a Z, que geralmente atingem os 100% da Ingestão Diária Recomendada (IDR).


Não há contra indicação quanto ao consumo de várias vitaminas no mesmo momento, um exemplo são os multivitamínicos que reúnem e repõem as perdas de vitaminas e minerais ocorridas no dia a dia.


De forma geral, a orientação é não tomar nenhum suplemento de estômago vazio. Um bom horário para minerais e complexos de vitaminas, por exemplo, é após o café da manhã. Já no caso de vitaminas lipossolúveis, como o casos das vitaminas A, D, E e K, que facilitam a absorção com o meio gorduroso, o indicado é o consumo após as refeições com lipídios, como por exemplo após o almoço.


Vale lembrar que as vitaminas devem ser ingeridas com bastante água.


Suplementos indicados para auxiliar na imunidade


O Mune + é o principal suplemento para imunidade da ClinicMais. Para o público infantil, tem o Mune + Funny, recomendado para crianças a partir de 1 ano. “É uma suplementação segura para quem tem recorrência de gripes e resfriados”, ressalta Luiza.


O Mune + e Mune + Funny, são solúveis feitos à base de Lactoferrina, uma proteína multifuncional presente no leite materno, que apresenta ação antimicrobiana, imunomodulatória, antioxidante e anti-inflamatória. A betaglucana de levedura, o wellmune, auxilia a fortalecer o sistema imune, deixando as células de defesa mais ativas e resistentes quando tiver algum agente estranho no corpo.


O Wellmune é um ingrediente funcional natural, com segurança e eficácia clinicamente testado no reforço à imunidade do organismo. Para ser mais completo, o Mune + tem vitaminas e minerais, composto por vitamina A, B12, C, magnésio, zinco e selênio, todos com 100% de IDR, dando aporte à imunidade em casos de infecções respiratórias.


Cúrcuma: Cápsula com propriedades relacionadas a ações anti-inflamatória, antioxidante e antibacteriana.


Glutamina: Contribui de forma saudável o bom funcionamento do sistema gastrointestinal, muito relacionado à imunidade.


ImunoPólen: O pólen é o alimento das abelhas, considerado rico em proteínas e vai ter mix de vitamina e minerais atingindo 100% IDR, além de apresentar propriedade antimicrobiana.


ImunoPrópolis: Própolis está na resina das colmeias de abelhas e é reconhecida pela ação anti-inflamatória e revigorante do sistema imunológico.


Multivitmais: Complexo polivitamínico essencial para o funcionamento adequado do metabolismo.


Óleo de alho: Cápsula de alho, desodorizada, apresenta ação antimicrobiana e antifúngica, ideal para auxiliar no caso de infecção respiratória.


Vitamina D: Reativa o sistema imunológico, atua no fortalecimento dos ossos, na absorção de cálcio e fósforo e na saúde mental.


Zinco: Mineral que contribui para o sistema imunológico, auxilia no combate aos radicais livres, atua na visão e no metabolismo da vitamina A, participa na síntese de proteínas e na manutenção dos ossos.

Cadastre-se e receba ofertas exclusivas, dicas
e receitas para uma vida mais saudável!

Acompanhe de perto as novidades, conteúdos e lançamentos em nossas redes sociais.

  • YouTube - círculo cinza
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Pinterest - círculo cinza

FALE COM A GENTE

SAC: +55 49 2020.9999 | Fone: +55 49 3433.0100

Segunda a Sexta-feira das 7h20 às 17h18

COMPRA SEGURA

FORMAS DE PAGAMENTO

EM ATÉ

12X

© Copyright - ClinicMais - Todos os Direitos Reservados

ClinicMais Supplement & Nutrition - CNPJ: 04.163.851/0001-06